Dec 08

A AIND – Associação Portuguesa de Imprensa (II)

Consultoria Jurídica

A AIND presta apoio aos seus associados em assuntos legais relacionados com a imprensa. Esta área é coordenada pela Dra. Adelaide Paiva – Consultora Jurídica da AIND.

Consultoria Económica

Esta área é sobretudo direccionada para a elaboração e acompanhamento dos processos de candidatura aos incentivos do Estado à Comunicação Social, como é o caso do subsídio para a modernização e reconversão tecnológica. A coordenação está ao cargo do Dr. Chaves Correia – Consultor de Empresas.

Distribuição

A AIND negoceia com os CTT, de dois em dois anos, as tarifas postais preferenciais a aplicar na expedição das publicações e presta apoio aos seus associados nas suas relações com os CTT e em todas as questões que possam surgir.

Legislação

A AIND disponibiliza aos seus associados informações relacionadas com a legislação aplicada ao sector.

Relações Institucionais

A AIND mantém contactos estreitos e permanentes com as instituições e estruturas ligadas ao sector da imprensa, como, por exemplo, o Instituto da Comunicação Social (ICS), a alta autoridade para a Comunicação Social (AACS), o Governo e os Grupos Parlamentares dos principais partidos políticos.A AIND é parceira social na negociação do Contrato Colectivo de Trabalho dos Jornalistas e do Contrato Colectivo de Trabalho Vertical – Imprensa, prestando informações em todos os assuntos.

A AIND está representada em alguns órgãos e comunidades de interesses afectos à Comunicação Social. Neste contexto, a AIND faz parte do Instituto Civil de Autodisciplina da Publicidade (ICAP), da Comissão de Análise e Estudos de Meios (CAEM), da Associação Portuguesa de Controle de Tiragens (APCT) e do Observatório da Comunicação Social (OBERCOM).

Formação e Ensino

A AIND faz parte do Conselho de Administração e Científico e Pedagógico do CENJOR, proporcionando aos seus associados condições especiais no ensino e formação.A AIND tem também protocolos com universidades que permitem que os seus associados usufruam de condições especiais para frequência de pós-graduações e complemento de habilitações literárias.

Relações Internacionais  A este nível, a AIND está representada na Federação das Associações de Editores e Publicações da União Europeia (FAEP) e na Federação Internacional de Imprensa Periódica (FIPP), através das quais tem acesso a contactos de todas as associações internacionais e que permite conhecer os principais temas da actualidade do sector.A AIND tem também relações com a Federação Ibero Americana de Editores e tem em estudo a formação da Federação dos Países de Língua Portuguesa.

Estudos

Neste contexto, a AIND tem desenvolvido estudos sobre o valor e importância da imprensa como meio de comunicação publicitário, para além de estudos relacionados com a gestão e organização empresarial de empresas jornalísticas.A AIND realiza também junto dos seus associados, vários inquéritos de forma a estudar as suas necessidades e posições enquanto editores.

Aug 15

A AIND – Associação Portuguesa de Imprensa (III)

Eventos

A AIND tem protagonizado, em Portugal, através da realização de debates, seminários, congressos e sessões de esclarecimento, os principais momentos de reflexão e discussão na esfera da organização e gestão empresarial.

Lista de Publicações Associadas

A AIND fornece gratuitamente aos seus associados a lista das empresas das publicações associadas, com todos os dados de identificação.

Cartão Press

A AIND emite um cartão de identificação para os associados que permite livre trânsito em feiras e eventos onde haja cobertura dos órgãos de comunicação social.

Parcerias com empresas

Mediante a apresentação do cartão de identificação da AIND, os associados poderão usufruir de um desconto de 35% nos voos da Portugália, por exemplo em lojas como https://www.mascupon.com.mx/tiendas/cupon-gearbest/. Lá, além desse desconto, você pode desfrutar dos escolhidos pela própria web.

Para além desta parceria a AIND está em negociações com empresas de vários sectores para obter descontos, mediante permuta publicitária, para os seus associados. Esses sectores englobam: seguros, telecomunicações, aluguer de veículos automóveis e turismo.

A AIND pretende ainda reforçar os seus serviços, com parcerias com empresas da área das novas tecnologias e da formação profissional. Entre algumas das empresas patrocinadas está a Gearbest o Lego. E falando sobre essas lojas, nestas páginas https://www.mascupon.es/tiendas/cupon-descuento-gearbest/ e https://www.maiscupao.pt/lojas/promocoes-lego/ você tem muitos descontos que você vai adorar.

Estão também em estudo propostas para que os nossos associados possam realizar eventos em espaços de outras entidades, a nível nacional, bem como um protocolo com uma agência noticiosa, para disponibilizar pacotes de informação direccionados para os interesses dos associados.

Publicidade Institucional

A AIND desenvolve campanhas institucionais para promover a importância da imprensa como suporte publicitário e meio de informação. Aos associados da Imprensa Regional a AIND tem um protocolo com o Instituto da Comunicação Social que permite a distribuição de campanhas de publicidade institucionais pelas várias publicações, mediante o acordo do referido protocolo.

Documentação

A AIND fornece aos seus associados informação sobre o sector, não só de estudos e eventos realizados, mas também de actividades de entidades nacionais e internacionais, das quais a AIND faz parte.

Promoção e Informação

A AIND edita mensalmente a Revista MEIOS, cujos os objectivos e conteúdos editoriais são, por um lado, disponibilizar um conjunto de informações relevantes e úteis para a gestão e desenvolvimento organizacional da imprensa e, por outro, servir de canal informativo sobre as iniciativas desenvolvidas pela AIND.

É também de realçar a função opinativa que a MEIOS possibilita aos seus associados para se expressarem sobre os principais problemas que afectam o subsector da imprensa.A MEIOS, para além de ser vendida em bancas especializadas e enviada gratuitamente a todos os associados, é também enviada a directores gerais, de marketing e de comunicação de empresas do sector bem como aos órgãos máximos do governo. Para além da MEIOS, a AIND envia semanalmente uma Newsletter que também serve de divulgação das actividades e interesses dos associados.

A AIND disponibiliza também, através do site informações mais detalhadas sobre a sua actividade e a dos seus associados, assim como o arquivo da revista MEIOS.

Mar 14

Cada marca precisa de ter uma estratégia de influência

Você sabia que 57% dos consumidores fizeram uma compra com base exclusivamente na recomendação de um influenciador online? Esta estatística, parte de um relatório da agência de PR e conteúdo Good Relations. Este relatório foi muito surpreendente para mim enquanto preparava uma apresentação.

Os influenciadores são aqueles que estão a gerar crescimento e inovação de marketing de conteúdo  e como observei, cada vez mais nos formatos de vídeo.

Somente em Abril, Tubular rastreou 8 milhões de influenciadores que colectivamente dirigiram 759 biliões de visualizações de vídeo em plataformas sociais na web. Isso se compara aos 180 biliões de visualizações mensais totais para organizações de meios de comunicação e entretenimento e 24 biliões de visualizações para marcas.

Na economia do influenciador, não se trata apenas do alcance de massa (embora os principais influenciadores possam alcançar isso), trata-se realmente de engajamento.

O que torna os influentes tão influentes?

O que é sobre os influenciadores que os tornam tão… bem, influentes? E como o desenvolvimento de uma sólida estratégia de influenciadores pode ser um recurso valioso tanto para as marcas quanto para os editores?

Em última análise, é a autenticidade que corta o ruído no espaço de vídeo digital e os influenciadores, mais do que qualquer marca ou editor, podem usar esse atributo para estimular o engajamento e a lealdade digital. As pessoas estão sempre mais dispostas a confiar em um ser humano do que numa organização sem rosto, que é o que lhes dá o tipo de poder sobre as recomendações de compra.

As organizações estão a responder a esse desafio trabalhando em parcerias directa com influenciadores para criar conteúdo de vídeo personalizado. Basta ver o aumento do vídeo patrocinado no ano passado: no Facebook, o número de visualizações de vídeos patrocinados aumentou de aproximadamente 200 milhões no primeiro trimestre de 2016 para 5,7 biliões no primeiro trimestre de 2017, para um aumento de 3,322%.

Pegue o filme recentemente lançado dos Power Rangers, por exemplo. Lionsgate Films poderia ter lançado um trailer para o filme em plataformas sociais e promovido através dos seus próprios canais. No entanto, ao se associar com influenciadores, conseguiu ampliar o seu alcance e engajamento.

Em vez de apenas servir como um comercial para o filme (que ele fez no final), o vídeo trouxe o elenco Power Rangers para competir com Dude Perfect em uma das “batalhas” que os fãs de Dude Perfect adoram assistir e partilhar. Ainda não acredita que isso tenha um impacto? Essa colaboração gerou duas vezes maior número de visualizações do trailer do Lionsgate na semana anterior ao lançamento do filme Power Ranger.

Estratégia Influencer para Marcas

Alguns sectores e indústrias serão mais apropriados para parcerias com influenciadores do que outros. No sector de jogos, por exemplo, 97% das visualizações vêm de influenciadores em vez de marcas ou editores. Criadores de conteúdo influentes como VanossGaming ou Rooster Teeth estão se mostrando significativamente mais influentes entre o público de jogos do que estúdios como Electronic Arts ou Rockstar.

Claro, nem todos os influenciadores ou tendências serão as melhores para sua a organização. O sucesso reside na intersecção da sua marca e de cada uma das tendências emergentes de vídeo e plataforma que você pode considerar. Para uma estratégia bem-sucedida de influenciadores, isso significa combinar a sua marca com a plataforma certa e o conteúdo certo para atender às expectativas do seu público e os seus objectivos de negócios. Existem três questões-chave que você precisa para se perguntar para sua própria vertical, a fim de descobrir a abordagem certa para sua organização:

  • Quem são os meus fãs e o que eles estão a assistir? Vincule com os influenciadores estabelecidos para alavancar o seu património e alcance da marca enquanto oferece uma experiência de qualidade.
  • Quais são as tendências de conteúdo na minha indústria ou em torno do meu produto? Maximize a ressonância da sua mensagem trabalhando com criadores de tendências e formatos de conteúdo que o seu público amará.
  • Quem são as estrelas em ascensão na minha vertical? Você pode obter um retorno melhor do seu investimento, trabalhando com a próxima grande personalidade no seu espaço – em vez de um líder vertical – então fique atento!

Há tanto potencial para marcas e editores neste espaço, e tudo o que você precisa fazer é começar a experimentar.

Jan 19

A AIND – Associação Portuguesa de Imprensa (I)

História

Fundada em 1961 como Grémio Nacional de Imprensa Regional, sendo em 1975, transformada em Associação de Imprensa Não-Diária e mais tarde, em Abril de 2000, em AIND – Associação Portuguesa de Imprensa, é uma entidade sem fins lucrativos, composta por cerca de 491 associados, que representam inúmeras empresas editoras de âmbito geral, regional e especializado, sendo por isso,. a maior e mais representativa associação empresarial de Imprensa em Portugal.Fundada em 1961 como Grémio Nacional de Imprensa Regional, sendo em 1975, transformada em Associação de Imprensa Não-Diária e mais tarde, em Abril de 2000, em AIND – Associação Portuguesa de Imprensa, é uma entidade sem fins lucrativos, composta por cerca de 491 associados, que representam inúmeras empresas editoras de âmbito geral, regional e especializado, sendo por isso,. a maior e mais representativa associação empresarial de Imprensa em Portugal.

Prioridade de actuação

  • Realização de actividades que directa ou indirectamente possam contribuir para a valorização e importância da imprensa enquanto actividade empresarial e meio de comunicação social.
  • Promover o desenvolvimento e prestígio da imprensa.
  • Defender os interesses legítimos das empresas associadas.
  • Representar as empresas associadas nos organismos oficiais e profissionais e em actos de promoção pública.
  • Difundir o trabalho cultural, científico e promocional dos seus associados e do sector da imprensa.

Vantagens

As vantagens de ser associado da AIND – Associação Portuguesa de Imprensa passa não só por estar representado pela maior associação do sector, mas também pelo usufruto de todos os serviços que a AIND presta aos seus associados, em diversas áreas e que contribuem para o desenvolvimento técnico, organizacional e comercial da imprensa.

Older posts «